Instituto Steve Biko comemora 29 anos e lança edital de estímulo à ciência para jovens negr@s

Programa Oguntec ofertará 30 bolsas de Iniciação Científica Júnior para estudantes do Estado da Bahia


O Instituto Cultural Steve Biko (ICSB), na data do seu 29° aniversário, junto com o Instituto Serrapilheira e o Instituto Ibirapitanga lançam em parceria, no dia 31 de julho de 2021, o Edital de Seleção do Programa OGUNTEC – Edição 2021, que tem como objetivo fomentar o ingresso de jovens negros e negras em carreiras científicas e tecnológicas com vistas à redução da vulnerabilidade socioeconômica desse segmento no âmbito da atual sociedade tecnológica.


"Quando recebemos propostas em nossas chamadas públicas de ciência e vemos que maior parte dos cientistas no topo da carreira científica são pessoas brancas, fica evidente a importância de apoiar iniciativas que estimulem a diversidade com um olhar para essa transição entre o Ensino Médio e a universidade", afirma a diretora de Ciência do Instituto Serrapilheira, Cristina Caldas. "O Oguntec oferece a jovens negros e negras da Bahia tanto o estímulo quanto a preparação para que ingressem em áreas competitivas da ciência e tecnologia. Isso é impactante não só para os próprios participantes, suas famílias e comunidades, mas também para a ciência brasileira proposta do Programa Oguntec é contribuir com a ampliação da diversidade racial e de gênero nas áreas de C&T, a partir do estímulo ao ingresso de estudantes baianos, negros e negras, nesses campos do saber e se constitui em um grande impulsionador para a educação brasileira e mais especificamente para a educação científica, na medida em que prioriza a juventude negra, seja pela sua representatividade demográfica ou pelo grau de vulnerabilidade social a que está submetida e tem como objeto a integração deste público a um campo vital para as pretensões de desenvolvimento do país.


Para a diretora de programas do Instituto Ibirapitanga Iara Rolnik, "as desigualdades sociais são consequências do processo de escravidão no Brasil, e seguem atualizadas pelas barreiras à população negra, por exemplo, no acesso à educação de qualidade. Ela destaca que essa realidade é notável no campo de ciência e tecnologia, majoritariamente ocupado por homens brancos". "Entre várias estratégias de apoio voltadas à equidade racial no Brasil, o Instituto Ibirapitanga dá suporte a iniciativas e organizações voltadas à inclusão de pessoas negras sub-representadas, por meio de ações afirmativas. Além de fomentar o trabalho de uma das principais e mais longevas organizações antirracistas no Brasil, a consistência da abordagem do Steve Biko a partir de experiência multidimensional na preparação de jovens negras/os para as áreas de ciência e tecnologia, motivou o apoio do Ibirapitanga ao Oguntec", ressalta.


Uma das estratégias pedagógicas efetivadas pelo programa para a superação dos efeitos do racismo, do sexismo e outras formas de discriminações e preconceitos que interferem no processo de educação cientifica dos jovens é a promoção de um curso preparatório que ao tempo em que desenvolve conteúdos técnicos necessários ao ingresso acadêmico nas carreiras científicas e tecnológicas, também estimula o espirito crítico, a elevação da autoestima e o compromisso dos jovens com a justiça social e valorização da diversidade. Esse é o escopo do curso preparatório do programa Oguntec, que conta com o patrocínio da empresa Dow desde o ano de 2017, e ofertará 30 vagas, durante 24 meses, com a disponibilidade de 30 bolsas de Iniciação Científica Júnior para estudantes do Estado da Bahia.


"Parceiros como os Institutos Ibirapitanga e Serrapilheira são vitais no desenvolvimento e manutenção de projetos como o Oguntec, propiciando que meninos e meninas negros sonhem e realizem seus sonhos de sucesso nas áreas de tecnologias e ciências. Precisamos sim brigarmos para que todos os nossos estudantes possam ter sucesso na ciência, principalmente aqueles submetidos a séculos de marginalização promovida por estruturas sociais racistas que lhes roubam os sonhos", destaca o diretor de Comunicação do Instituto Steve Biko, Ivo Ferreira.


A celebração desse consórcio de parceiros no aniversário do Instituto Cultural Steve Biko contará com uma “mesa virtual” que tratará do tema “Ciência, Tecnologia, Ações Afirmativas e Desenvolvimento Nacional” e terá como expositores a professora doutora Bárbara Carine Soares Pinheiro, do Departamento de Química da Universidade Federal da Bahia, a doutora em Genética e Biologia Molecular e coordenadora científica do Oguntec, Diana Matos, a diretora de Ciência do Instituto Serrapilheira, Cristina Caldas, os representantes da Dow Roberto Aragão e Marcelo Silva e o diretor-executivo do Instituto Steve Biko, Lázaro Cunha.

Ressaltamos que a iniciativa que ora celebramos corresponde à convergência de objetivos entre parceiros que valorizam o conhecimento científico, tecnológicos e a inovação e acreditam que a diversidade e a maior inserção de jovens negros e negras nesses campos contribuirão para superação dos desafios postos ao desenvolvimento sustentável do nosso país.


Serviço:

O que: 29° aniversário do Instituto Cultural Steve Biko e Lançamento do Edital de Seleção do Programa OGUNTEC – Edição 2021 em parceria com os Institutos Serrapilheira e Ibirapitanga

Quando: 31 de julho de 2021(sábado)

Onde: Zoom - https://us02web.zoom.us/j/82382738692

Horário: 17h




Destaque!!!
Posts Recentes