#Intercâmbio - Biko incentiva troca de saberes e vivências entre estudantes norteamericanos



A Pitzer College, localizada na Califórnia (EUA), é uma faculdade de artes liberais, com ênfase curricular nas ciências sociais, ciências comportamentais, estudos de mídia e programas internacionais. Um destes é o Programa de Intercâmbio, que possibilita aos estudantes vivenciarem culturas diferentes, aprendizados diversos e compartilhamento de experiências.

Este ano, o Instituto Steve Biko está no rol das Instituições com as quais a Pitzer promove este Intercâmbio. Até 2 de julho, oito de seus estudantes estarão sob os cuidados da Biko, aqui em Salvador, aprendendo Português, visitando instituições do movimento social e cumprindo uma agenda que envolve interação com os estudantes do Pré-Vestibular do Instituto e palestras com professores e ex-professores da Biko, além de convidados para tratarem de questões raciais e de gênero no Brasil.



Dentre as visitas, os intercambistas conhecerão experiências como a do Quilombo Ilha - espaço educacional originado a partir da Biko –, e o vilarejo de Matarandiba, onde conhecerão a experiência de turismo sustentável desenvolvido no local. Irão também ao Ilê Axé Opô Afonjá, farão oficinas de Dança Afro e Percussão, além de visitarem a cidade de Cachoeira e o Quilombo do Alto do Tororó, em São Tomé de Paripe.


Vivências e semelhanças

Um deles é o estudante Alec Crosswell, de 20 anos. Uma história que se assemelha à de muitos bikudos que passam ou já passaram pela Biko. Ele é descendente de mexicanos, seus pais não terminaram o ensino superior, ele é o primeiro a chegar na Universidade. "Nasci e cresci em um bairro pobre, com muita violência policial, eu pensei em trabalhar antes de estudar. Somos pobres e a prioridade era ajudar minha família, mas eu quero um futuro melhor pra minha mãe e meus irmãos, então busquei os estudos", diz Alec.

No Intercâmbio, Alec busca compartilhar suas experiências e conhecer outras pessoas como ele. Quer ser advogado e ajudar imigrantes ilegais em seu país - como sua mãe.


"Eu não sabia como chegar na Universidade, procurei lugares que me ofereceram oportunidades, estive em espaços específicos para me ajudarem nisso e, aqui, me vejo nos alunos da Biko, muitos serão os primeiros a chegar na Universidade, em sua famílias", diz Alec. Para fazer histórias assim chegarem mais longe, Alec tomou uma iniciativa: fará vídeos com os alunos do Pré-Vestibular da Biko, nos quais eles falarão o que significa esse sonho para eles. "Quero compartilhar essas vozes, ajudar outras pessoas a se incentivarem", afirma.

Além desta super agenda, a Biko preparou para os intercambistas da Pitzer College ouras atividades. Eles estão estagiando em lugares como o Lar Fabiano (Alto de Coutos), acompanhando os educadores sociais nas práticas educativas do Lar, o Instituto Odara e o Mandado do vereador Silvio Humberto (PSB), além de auxiliar no ensino do Inglês nas Escolas Municipais Vivaldo Costa Lima e Nossa Senhora de Fátima.


"A Biko, tradicionalmente, trabalha com parcerias, com instituições que tenham missão social próximas da nossa. Enviar estes estudantes para estes estágios, não só fortalece essa parceria, como também a troca intercultural. Eles trazem esta visão de mundo diferenciada, agregam para a instituição em que estagiam e também para eles próprios. Assim, reafirmamos que o Intercâmbio da Biko é sociocultural, por ele tentamos mostrar a realidade do dia a dia da comunidade soteropolitana, em especial a negra", afirma a coordenadora de Intercâmbio da Biko, Luciana Reis.





Destaque!!!
Posts Recentes
Arquivos
BikoTags
Nenhum tag.
Siga-nos!!
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Entre em contato:
(+55 71) 3241-8708

Encontre-nos:

Rua do Paço, n°4 - Pelourinho

Salvador - Bahia - Brasil

© 2014 - Por: Instituto Cultural Steve Biko.

Parceiros: