25 de Maio - Listamos 4 coisas que você precisa saber sobre a África!



Em 25 de maio de 1963, na cidade de Addis Abeba – Etiópia, 30 Estados Africanos independentes assinaram a carta de fundação da Organização de Unidade Africana (OUA).


Organização que passou a ser denominada como União Africana em 2002. A União Africana tem atuado na mediação e prevenção de conflitos para a defesa da democracia no continente


Atualmente, alguns países africanos adotam o dia 25 de maio como feriado público e nós, afro-brasileiros, celebramos este dia como uma forma de referenciar nossos ancestrais africanos. A comemoração anual do Dia da África é uma excelente oportunidade para pensarmos sobre as perspectivas africanas e nossa herança cultural africana.


Mas você conhece a África? Como contribuição a essa busca por referenciais africanos, listamos quatro coisas que você precisa saber:


1. A ÁFRICA NÃO É UM PAÍS


Vamos começar nossa lista com o que parece mais óbvio: A . Ao mencionar a palavra “África” devemos entender bem do que se trata, e não podemos esquecer sua diversidade étnica, lingüística, religiosa, econômica e política, dentre outras. O Continente africano é o terceiro em tamanho, com seus mais de 30 milhões de metros quadrados (três vezes maior do que a Europa), que é 22% do total da massa terrestre. Trata-se do segundo continente mais populoso e tem 55 países. Estimativas da ONU apontam, ainda, que mais de 21% da população mundial habitará a África em 2050.


2. ÁFRICA, BERÇO DA HUMANIDADE


Embora não tenhamos o consenso na ciência moderna, Lucy é o fóssil mais antigo na atualidade. Cogita-se que sua linha ancestral deu origem a nossa espécie, o "." Sua idade aproximada é de 3,5 milhões de anos. Existem outros estudos que apresentam fósseis mais antigos, quase todos encontrados em países africanos. É lá que . Isso posto, entendemos que o continente africano é o berço da humanidade, e que a ele devemos nossa existência.



3. NEM TODOS OS PAÍSES AFRICANOS FORAM INVADIDOS (COLONIZADOS) POR EUROPEUS


Etiópia e Libéria não tiveram suas terras dominadas pelos povos europeus. Por isso, foram os únicos países não explorados pelos europeus no Imperialismo do fim do século 19. A Libéria, por ser um país recém formado por imigrantes. Já a Etiópia merece um pouco mais de atenção. Isso porque por volta de 1880, a Itália era um dos países mais atrasados da Europa ocidental, queria entrar na mais nova moda: arranjar uma colônia na África. A Etiópia, país governado por Menelik II desfez um acordo com a Itália e teve suas terras invadidas. Segundo o site Geledés: “Cerca de 18 mil soldados italianos partiram para a batalha, esperando encontrar selvagens despreparados, fáceis de dominar. O erro custou caro: havia mais de 100 mil etíopes, 80% com armas modernas, já em posição de ataque. Foi um massacre sem precedentes: algumas horas depois, 7 mil italianos estavam mortos, 1,5 mil feridos e 3 mil capturados. A guerra acabou tão rápida quanto começou, e com ela o fantasma da colonização naquele país.”


4. O EGITO É UM PAÍS AFRICANO


Ao negar (ou tentar esconder) que o Egito é um país africano, produz-se uma ideia equivocada sobre sua localização geográfica. Tendo em vista que este país africano tanto contribuiu para as ciência e para a humanidade de forma geral, precisamos reafirmar a sua real localização: na África!













George Oliveira, Economista, Mestre em Desenvolvimento e Gestão Social e Gestor Administrativo do Instituto Steve Biko.





Destaque!!!
Posts Recentes
Arquivos
BikoTags
Nenhum tag.
Siga-nos!!
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Entre em contato:
(+55 71) 3241-8708

Encontre-nos:

Rua do Paço, n°4 - Pelourinho

Salvador - Bahia - Brasil

© 2014 - Por: Instituto Cultural Steve Biko.

Parceiros: