Consciência e Cidadania Negra: disciplina é o diferencial do Instituto Steve Biko



Apresentar, discutir e problematizar a formação cidadã através da elevação da autoestima e identidade étnica, levando em consideração o contexto das exclusões de gênero, raça e outras formas de iniquidades.

Este é o objetivo da disciplina CCN – Cidadania e Consciência Negra, ministrada pela Biko desde o início de sua atuação, há 25 anos.


Um dos grandes diferenciais da Biko, a disciplina – que é dada no Pré-Vestibular, busca incentivar nos jovens o engajamento político para luta antirracista. Com isso, além de elevar a autoestima d@s cursistas, por meio da apresentação de um panorama da resistência e conquistas coletivas das populações negras no Brasil e das diásporas africanas.


Atualmente, os 70 estudantes do Cursinho Pré-Vestibular assistem às aulas de CCN às sextas-feiras, que são ministradas pelos gestores, George Oliveira, Tarry Cristina e Juliana Marta. Eles dialogam sobre projeto de vida e carreira d@s alun@s, compartilham experiências e aprendem a história negra por outro viés, não hegemônico.



A disciplina tem duração de 60 horas, combinando dinâmicas de grupos, palestras, exposições dialogadas, apresentação de vídeos e matérias de jornais e sites, o que fomenta o debate.


Mas não fica só na teoria, os alunos também tem imersão na atuação prática do legado do movimento negro brasileiro. É através das atividades de “Acesso a Bens Culturais” que eles vão a campo, fazem visitas interinstitucionais, assistem a palestras sobre o histórico das organizações a serem visitadas.


Formação


Tem os seguintes módulos: CCN, Integração, Orientação vocacional e motivacional; As ações afirmativas como reparação aos danos psicológicos, materiais, sociais, políticos e educacionais sofridos sobre e após o regime escravista no Brasil; A importância do engajamento político na luta antirracista.


“A Biko tem um papel fundamental na minha vida, sou apaixonada, sempre falo onde estou. É um lugar onde você começa a se conhecer e se reconhecer. Aqui aprendi que posso dizer que sou uma mulher preta, que não preciso de ninguém pra falar por mim e que não estou fadada a situações que a sociedade coloca pra mim. Foi um divisor de águas, eu mesma posso falar e pensar, com autonomia e não me sentir envergonhada. Não há lugares onde eu não possa estar”, conta a estudante de Letras (Ufba) e ex-aluna do pré-vestibular da Biko em 2014, Victoria Lane.



Destaque!!!
Posts Recentes
Arquivos
BikoTags
Nenhum tag.
Siga-nos!!
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Entre em contato:
(+55 71) 3241-8708

Encontre-nos:

Rua do Paço, n°4 - Pelourinho

Salvador - Bahia - Brasil

© 2014 - Por: Instituto Cultural Steve Biko.

Parceiros: